O PseudoAutor

Minha foto

Baiano nascido numa tarde de julho de 1991. Agnóstico e hipster, estudante de História, apaixonado por simbologias, mitologias e animais pré-históricos.

Escreve amadoramente desde 2007; após alguns anos e quase trinta livros rascunhados, Alec publicou uma coletânea de histórias curtas (Zarak, o Monstrinho, Multifoco, 2011), um conto numa antologia sobre répteis cuspidores de fogo (Dragões, Draco, 2013) e um romance autobiográfico fantástico (A Guerra dos Criativos, independente, 2013), além de algumas obras virtuais na Amazon.

Atualmente se divide em pesquisas para projetos literários e coordenação editorial de um selo independente.

Visitas

Microconto: Escarlate [Alec Silva]

Outro microconto. Ficou mais ou menos. Meio subentendido. Espero que curtam.

Ana sabia que precisava colorir aquela parede branca sem graça. Primeiro ratos; depois pássaros, mas o alvo era irritante e predominante. O tom que escolhera era lindo para ser desprezado.

Usou ainda animais maiores: gatos, cães e patos, galinhas ao ter a chance, porém ainda não era o suficiente para concluir sua arte.

Ah, aquela vizinha que a espiava quando voltava de suas andanças em busca de tinta! A velha era pequena, mas tinha muita tinta de cor escarlate para pintar a parede antes branca.

0 comentários: