O PseudoAutor

Minha foto

Baiano nascido numa tarde de julho de 1991. Agnóstico e hipster, estudante de História, apaixonado por simbologias, mitologias e animais pré-históricos.

Escreve amadoramente desde 2007; após alguns anos e quase trinta livros rascunhados, Alec publicou uma coletânea de histórias curtas (Zarak, o Monstrinho, Multifoco, 2011), um conto numa antologia sobre répteis cuspidores de fogo (Dragões, Draco, 2013) e um romance autobiográfico fantástico (A Guerra dos Criativos, independente, 2013), além de algumas obras virtuais na Amazon.

Atualmente se divide em pesquisas para projetos literários e coordenação editorial de um selo independente.

Visitas

Mesa-Redonda no MMAD [22 de agosto de 2014]

Dia 22 de agosto, sexta-feira, vai rolar bate-papo bacana comigo e outros 5 Power Rangers escritores e ilustrador num evento aqui na cidade. O MMAD vai do dia 20 (apenas para convidados na quarta) ao 22 (quinta e sexta aberto ao público que se inscreveu, totalmente gratuito e tal), contando com uma programação muito interessante e para todos os gostos.

Quem mora em LEM e tiver interesse, inscreva-se até dia 18, ok?

Mas, voltando a falar da Turma da Mônica (uma das organizadoras se chama Mônica, aliás) galera que estará lá comigo, saiu uma matéria no blog da Agência Immagine com algumas informações tanto sobre a mesa-redonda que faremos quanto apresentando a turma toda.

Como sou o editor dos cinco autores, resolvi fazer esta postagem aqui para apresentá-los, pois ainda falarei muito sobre um ou outro, conforme os trabalhos forem aparecendo.

ALEC SILVA
Baiano nascido numa tarde de julho de 1991. Agnóstico e hipster, apaixonado por simbologias, mitologias e animais pré-históricos. Escreve amadoramente desde 2007; após alguns anos e quase trinta livros rascunhados, publicou uma coletânea de histórias curtas (Zarak, o Monstrinho, Multifoco, 2011), um conto numa antologia sobre répteis cuspidores de fogo (Dragões, Draco, 2013) e um romance autobiográfico fantástico (A Guerra dos Criativos, independente, 2013), além de algumas obras virtuais na Amazon. Atualmente se divide em estudos acadêmicos, pesquisas para projetos literários e coordenação editorial de um selo independente, o qual é um dos fundadores.
Em novembro lançará O Cubo das Eras, novela de fantasia científica.

ANTON ROOS
Formado em jornalismo pela Faculdade São Francisco de Barreiras (FASB) em 2009 e pós-graduado em Jornalismo Digital pela Pontifícia Unidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS), Anton Roos nasceu em Três Passos/RS. Atuou como colaborador, repórter e editor do jornal Classe A de Luís Eduardo Magalhães/BA, entre 2008 e 2013 e da Revista A de Barreiras/BA, onde ainda assina uma coluna. É fã de Rush, mulheres de óculos e futebol americano.
Em novembro lançará A gaveta do alfaiate, coletânea de crônicas.

GUILHERME ARAUJO
Nascido em 1998, em Central, na Bahia. Aos 14 anos, após ler uma boa quantidade de livros, resolveu tentar escrever alguma coisa; foram várias tentativas até que surgisse uma história em que foi confiado todo seu esforço: Segredos Trancados. Ele mesmo declara: “O que escrevo é sempre algo que nunca irei viver, gosto de desafiar meus próprios personagens. Segredos Trancados é um exemplo disso”.
Em novembro lançará seu primeiro livro.


ISAAC GUEDES
Nasceu no povoado de Brejões, na Bahia, em maio de 1989. De vida simples, gostava de pescar, jogar futebol com os amigos, ir à igreja e tinha uma paixão que o tornava muito feliz: escrever. Para ele, criar histórias é como viajar em um mundo diferente do real, onde seus sonhos se tornavam realidade, mas sempre soube que a realidade não é um conto de fadas. Atualmente cursa Matemática e leciona para turmas de Ensino Médio, dedicando-se sempre que pode às histórias e poesias.
Em novembro lançará Colheita Poética, coletânea de poesias.

JARDEL REIS
Nasceu em agosto de 1992, em Irecê, Bahia.  Influenciado pela mãe, uma professora de Artes, começou a desenhar cedo e se interessar por arte visual e música. Em 2005 entrou para o Grupo Fala, uma companhia escolar de teatro. Em 2007 participou da gravação do longa-metragem O mágico de Oz, interpretando o Leão pela mesma companhia teatral. Em 2008 foi classificado no terceiro lugar num concurso de desenho regional promovido pela Fundação Bradesco de Irecê. No ano seguinte, venceu com a melhor arte. Atualmente é estudante de História, trabalha profissionalmente como designer gráfico na área de comunicação visual, ilustrou a antologia Ginoides vol. 1 e ajudou a fundar um selo editorial independente. 
Papel, Caneta e uma Mente Azul é sua primeira obra autoral.

RICARDO HASEO
Nascido em 26 de fevereiro de 1995, em Irecê, no interior da Bahia; apaixonou-se pela leitura com os gibis da Turma da Mônica, e, a seguir, por HQs e livros de ficção científica, horror/terror e fantasia épica. Incentivado pelo rock nacional e internacional, entusiasmou-se pela música, aprendeu a tocar guitarra, gaita e violão, mas abandonou os instrumentos para dedicar-se ao seu verdadeiro amor: escrever. Começou a postar seus textos na internet; obtendo resposta animadora daqueles que o lia, dedicou-se à escrita.
Colunista literário em um jornal local e estudante de História, Clamor pelo Sangue: O Olho da Penumbra é seu livro de estreia.

0 comentários: